como fazer desenho e pintura digital no pc: guia completo para iniciantes

Jul 19,2021 PM 17:36

242

0

Como fazer pintura e desenho digital.jpg

Mais rápido e eficiente do que meios tradicionais, muitos artistas estão aderindo ao desenho digital.

O ideal é reproduzir com meios digitais as mesmas técnicas, texturas e práticas da pintura e desenho tradicional, como no uso de óleos, acrílico, aquarela, gizes, etc.

Com ferramentas como pincéis especiais, filtros, aplicação de texturas prontas e especialmente o bom emprego de camadas (layers) que possibilitam correções a qualquer etapa do trabalho, a principal vantagem desse jeito de pintar está na flexibilidade.

Uso de camadas nos programas permitem manipulação total dos elementos da pintura. Ao dividi-la em camadas o artista pode alterar cores de base, direção e espessura de traços feitos ainda no começo e mais uma infinidade de características, o que dificilmente conseguiria na pintura tradicional.

O desenho digital oferece maior liberdade para a reconstrução da arte durante o processo criativo, já que traços, cores e formas podem ser facilmente apagados ou reposicionados, sem deixar marcas na superfície.Passar a borracha em um desenho à lápis para corrigir algo pode deixar manchas ou danificar o papel.

o desenho digital é um método de criação de artes através do computador. Para isso, é necessário utilizar softwares próprios ou uma tablet mesa digitalizadora .

Ferramentas

Softwares de desenho

programas para desenho digital.jpg

Grande variedade de programas podem ser usados para trabalhar com pintura digital, sendo os mais comuns o Photoshop , Corel Painter , ArtRage, Clip Studio Paint, Paint Tool SAI , Medibang Paint , Sketchbook , Gimp , Krita .... Há também os editores online, como o Sketchpad e o AutoDraw.

Sem dúvida alguma, a opção mais popular no mercado é o Photoshop. O programa da Adobe é muito completo, apresentando infinitos recursos como pincéis, camadas, ferramentas de corte e montagem, edição de cor e texto. Sem contar que o software pode ser usado não só para o desenho digital, como é também um editor de imagens e um queridinho dos designers para montar peças gráficas.

Usar uma mesa digitalizadora e o photoshop pela primeira vez pode parecer assustador à primeira vista, mas não se desespere! Uma vantagem de usar um programa altamente difundido são os inúmeros tutoriais que você encontra para aprender a usá-lo, ou tirar aquela dúvida. Além disso, você também encontra muitos recursos, como brushes e presets para baixar e enriquecer o seu trabalho.

Infelizmente, uma ferramenta tão incrível assim tem um preço. O Photoshop tem um custo a partir de R$43,00 por mês, mas se você estiver com orçamento limitado, existem outros programas como o Medibang Paint e o Krita, que são gratuitos! Ambos tem ferramentas como brushes e camadas, mas são um pouco mais simples, até por não serem programas de edição de imagem. Apesar disso, valem a pena testar, pois, afinal, não custa nada!

Com eles trabalhando em conjunto você vai ter possibilidades infinitas de criação. Na real, mesmo trabalhando com só um deles já se tem bastante coisa, ficando o outro como complemento. Por exemplo: o Corel Painter tem mais opções como texturas e pincéis, enquanto o Photoshop é mais “esperto” em efeitos de finalização. Mas não há impedimento em conhecer e usar só um dos dois.

desenho no procreate  em ipad pro.jpg

Procreate: Se você estiver disposta a fazer um investimento maior, uma ferramenta que muitos artistas estão adotando é o Procreate, disponível apenas para iPad Pro. Assim como o Photoshop, oferece uma boa variedade de recursos que imitam outras técnicas de desenho e pintura. O aplicativo em si custa R$37,90 para baixar, mas os valores do iPad Pro com a caneta saem bem mais caros do que uma mesa digitalizadora.

Contudo, além da conveniência de desenhar diretamente na tela, tem uma grande vantagem que é ser um dispositivo completo. Se para usar uma mesa digitalizadora você precisa de um computador, o iPad já é o computador. Ou seja, além de poder ser usado com outras finalidades, é super portátil e fácil de levar para onde quiser.

Hardware

Computador

Computadors para desenho digital.jpg

Não é preciso ter uma super-máquina para começar a fazer suas artes, mas se for trabalhar com arquivos bem grandes (como é comum e até recomendado na pintura digital), um equipamento ultrapassado vai te dar problema. Travamentos após cada pincelada, lentidão e erros podem acontecer com frequência numa imagem enorme e que entope toda a memória disponível. Nesse caso, pense em investir na sua máquina. Coloquei 16GB de memória ram por que para esse tipo de trabalho é bem usada.

Quanto maior seu monitor, maior será seu conforto e precisão – o que não quer dizer que seja impossível criar coisas bacanas em telas menores, vai depender de sua disposição e habilidade.

mesa digitalizadora

mesa digitalizadora xp-pen deco pro vs xp-pen artist 15.6 pro.jpg

Além disso, uma mesa digitalizadora vai ajudar muito. A utilidade é tão grande que eu diria ser 99% indispensável. Claro que alguns artistas desenvolvem bem suas técnicas usando o mouse, mas fica quase impossível fazer certas coisas com o velho rato.

Quando se faz um trabalho no papel, na tela ou qualquer outra superfície, temos tantas opções como a precisão, a destreza e a variação de intensidade no mesmo traço e isso tudo pode se limitar quando usamos o mouse.

A mesa digitalizadora é a ferramenta mais utilizada por profissionais e iniciantes. Consiste em uma base sensível que funciona com uma caneta e transmite seus movimentos para a tela de um computador. É como se a mesa fosse o mouse do computador, só que usar uma caneta dá a sensação de naturalidade ao desenhar.

Através da mesa digitalizadora, o artista “transfere” os desenhos da superfície do equipamento diretamente para a tela do computador, tudo isso com o auxílio de uma caneta própria.

Como a maioria dessas bases não tem tela, existe certa curva de aprendizado até você pegar o jeito de desenhar sem olhar diretamente para onde você faz o traçado. Fora isso, não tem truques e é muito fácil de usar, uma vez que você se acostuma.

Procurando pelas mesas digitalizadoras que possuem tela? Neste caso, você está falando dos displays interativos, equipamentos bem mais caros e especializados. Com eles, a sensação é a de estar desenhando sobre um papel digital, e o traço realizado surge imediatamente abaixo da caneta. Nos modelos mais caros, até a textura da tela imita a do papel.

Como escolher uma mesa digitalizadora ideal

O que é mais importante saber antes de comprar?

Já é possível encontrar uma grande diversidade de mesas digitalizadoras no mercado atual, com diversas especificações técnicas, marcas e fabricantes, o que pode gerar a maior dúvida: O que realmente é importante saber antes de comprar uma?

No geral, o que você deve analisar antes de comprar uma mesa de desenho digital são as suas funcionalidades, a integração ou não de display, os diferenciais de uso, a qualidade dos seus componentes físicos, a sensibilidade e os níveis de pressão da Stylus na mesa, dentre outros requisitos de compatibilidade e usabilidade.

Entenda quais são as suas necessidades

Antes de tudo, é necessário que você tenha em mente as suas necessidades, como um espaço útil grande, para projetos maiores, ou um equipamento menor, para uma maior portabilidade.

Além disso, considere também o seu espaço disponível, o nível de exigência dos seus projetos e a sua flexibilidade para algumas funções disponíveis em modelos específicos. Após definir as suas principais necessidades, encontrar a mesa de desenho digital ideal será uma tarefa mais simples!

Quais são as vantagens de uma mesa digitalizadora profissional?

Por outro lado, caso você procure por um produto com funções mais avançadas, deverá pensar em uma mesa digitalizadora profissional, ideal para atender as atividades que você realiza no dia a dia com excelência e uma maior qualidade.

As principais diferenças de uma mesa profissional das intermediárias estão principalmente ligadas ao seu desempenho, como o tipo de caneta de desenho (Stylus), o nível de pressão com a mesa, a diversidade dos botões de atalho, o seu tamanho útil, o tipo de conexão, dentre outros requisitos. A dica para a compra de uma mesa profissional é fazer uma boa relação de custo-benefício, o que fará você investir mais com o que realmente precisa!

Dependendo de seu nível de conhecimento e qual o objetivo de uso delas, a escolha pelo seu modelo ideal fica menos difícil. São poucas marcas significativas no mercado, e as tablets da Wacom são as mais famosas e de melhor qualidade .

Mas nem todos vão precisar de uma tablet gráfico . Se a pintura for só um passatempo casual, investir muito dinheiro num modelo top não vale a pena. Prefira os mais baratos mas de marcas boas, como os da XP-Pen .

desenho em tela   digitalizadora  xp-pen artist 12 pro.jpg

Eu tenho uma tela digitalizadora XP-Pen Artist 12 Pro e recomendo totalmente para usuários iniciantes e até intermediários.

Para o público que procura um híbrido de mesa digitalizadora e tablet voltado para desenhos, esse modelo é essencial. Com um display de 11.6” polegadas, caneta sem bateria e tecnologia totalmente laminada.

Sua Caneta PA2 tem 8192 níveis de pressão e 60 graus de função de inclinação, com uma precisão impressionante, além de não precisar de bateria para ser utilizada. Sua tela possui 100% de sRGB, uma boa área de utilização, além uma dial vermelho e 8 botões auxiliares para atalhos customizados.

Se for iniciante, não tenha dúvidas em investir num modelo básico de marcas confiáveis; ele servirá muito bem até o dia em que sentir necessidade de algo mais profissional.

Entre equipamentos opcionais, um scanner padrão é o mais útil, já que para criar esboços um dos melhores métodos é fazê-lo em papel e digitalizar para ser concluído no software. Até dá pra esboçar direto no programa (nesse caso, a mesa digitalizadora é imperativa, com o mouse será um sacrifício), mas muita gente prefere mesmo começar o desenho no papel, onde fica mais fácil desenvolver as ideias e formas.

Conhecimentos

Ter prática em desenho e pintura tradicional ajuda muito, especialmente desenho, com o básico sobre proporções e afins, senão vai ter que começar do zero. Pra quem usa o Photoshop para editar fotos e aplicar filtros, prepare-se para ir um passo adiante, pois serão usadas ferramentas “novas” como os pincéis, borracha, paletas de cores, conta-gotas, etc . Muito do feito durante a pintura pode depois ser usado também nas foto manipulações, enriquecendo o resultado.

Conhecimentos sobre cores complementares, psicologia das cores e gêneros artísticos ajuda, mas se não sabe nada, não se preocupe: praticando com tutoriais e aulas isso vai sendo absorvido, é só procurar as lições certas. Quase qualquer coisa feita na arte tradicional pode ser recriada ou adaptada para o computador. Algumas podem parecer distantes de obter, como o efeito de papel molhado da aquarela, texturas de pincéis e papéis ou as misturas de cores do óleo, mas acredite que dá sim pra converter de algum jeito.

Conclusões finais

Se você quer começar a pintar digitalmente e não quer gastar muito, o ideal é pegar um software grátis e caçar tutoriais e cursos online.

Agora para começar a fazer pintura digital é só escolher suas ferramentas! Qual é a melhor para você é uma questão de preferência e, seja qual você escolher, sei que vai criar desenhos incríveis e explorar todo o seu potencial criativo!


0 Responses